Alemanha, unida pela nudez, dividida pela atitude

Voltar

Os cidadãos das antigas Alemanha Oriental e Ocidental compartilham muitos costumes, entre os quais se encontra o "naturismo", ou atitude relaxada diante do corpo nu. Mas isto pode mascarar atitudes divergentes sobre a liberdade feminina?, pergunta o jornalista da BBC em Berlim Stephen Evans.

Ter relações sexuais na Alemanha, eu imagino, é muito semelhante a ter relações sexuais em outros lugares. Mas as atitudes em relação à sexualidade e nudez não são. E eu tenho que dizer que a Alemanha foi uma surpresa para mim.

Por exemplo, quando eu estava no banheiro de uma academia que frequento. Lá estava eu, nu da cintura para baixo, lutando para tirar uma camiseta apertada pela cabeça. Quando finalmente consegui, na minha frente estava uma bela mulher de cerca de 20 anos passando uma vassoura nos meus pés.

Era a clássica história da menina da limpeza no quarto dos homens. Olhei para ela. Ela olhou para mim. Corei. Ela continuou varrendo, alegre e despreocupada.

Também aconteceu algo semelhante quando fui a uma sauna pública, tais como aquelas encontradas aqui em todos os bairros. Meus amigos alemães me disseram que estar nu era obrigatório, portanto, me vesti de "traje de Adão" e fui para uma e me encontrei sozinho com duas jovens totalmente nuas.

Elas olharam para mim. Eu olhei para o teto.

Os alemães, ou pelo menos os alemães do Norte, predominantemente não-católicos, dizem que ver um corpo nu é completamente normal. Natural, como falam.

Por que, perguntam eles, vestir um maiô sujo e suado? Além disso, acrescentam, a nudez não tem nada a ver com sexo. Nunca há qualquer implicação ou insinuação de natureza sexual sobre isso - no que eu levantei uma sobrancelha e exclamei, hum.

Nazistas, comunistas e nudistas

Na verdade, tanto o regime nazista quanto o comunista compartilharam meu ceticismo. Na Alemanha Oriental, banhar-se nu em público tornou-se uma espécie de símbolo da dissidência, que era contrária à exortação do ministro da Cultura que queria "proteger os olhos da nação."

Os nazistas aderiram à premissa de Hermann Göering de que o "poder sanador do sol e do ar livre" contribuiriam para construir uma nação forte, mas desaprovaram a nudez em público. Eles a chamavam de "erro cultural" que ameaçava a modéstia feminina.

Mas, apesar disso, o nudismo se consolidou como prática, tanto na Alemanha Ocidental como na Alemanha Oriental.

E esse fenômeno, juntamente com fatores demográficos, desempenhou um papel de como eles definiram papéis sexuais na sociedade.

Após a Segunda Guerra Mundial, havia sete milhões de mulheres a mais do que de homens na Alemanha.

Essa diferença entre a Alemanha e os outros países ocidentais fez com que surgissem neste ambiente também uma indústria particular, destinada ao público feminino, que não teve muito desenvolvimento em outros países ocidentais.

Fonte: http://www.bbc.co.uk/mundo/noticias

Voltar