NATURISMO E O JORNALISMO

Voltar

No curso de jornalismo o estudante tem em sua grade curricular as disciplinas de economia, sociologia, história da arte, português e também diversas matérias específicas. A princípio entendemos como um profissional qualificado na arte da comunicação e imparcial na divulgação das matérias produzidas. Assim também é o antropólogo, ele tenta descrever uma cultura ou um modo de vida sem a interferência do pesquisador. Para elaborar a tese de Doutorado "Vivendo "nu" paraíso" na área de antropologia, Luiz Fernando Rojo viveu um ano dentro de uma colônia naturista para descrever a filosofia e como é o modo de vida das pessoas que praticam o Naturismo.

No dia 27/12/2009 a Elaine Vieira publicou no jornal "A Gazeta" uma entrevista que fez comigo em uma página inteira e não houve em nenhum momento qualquer gracinha ou perguntas indelicadas, ao contrário, as perguntas foram inteligentes e também àquelas em que o leitor está sempre curioso em saber. Mas nem todas são assim.

Em Dezembro de 1994 a Silvia Poppovic recebe em seu programa o Sociólogo Edson Medeiros. Nessa época ele já tinha escrito o texto "Naturismo e Novas Vivências" que faço questão de divulgar no próximo livro "Naturismo - Um Estilo de Vida Transformador" que deverá ser lançado ainda esse ano. Mas voltando para a entrevista com Silvia, ela perde uma bela oportunidade de demonstrar um pouco de inteligência se tivesse dirigido ao Edson sem bobeiras. Eu saí de Vitória para ir ao Rio de Janeiro só para conhecer o Biólogo naturista Paulo Pereira e ainda não tive a mesma oportunidade de conhecer pessoalmente o Edson e isso ainda lamento profundamente.

Em 2009 a equipe do Pânico na TV fez uma matéria no VII Encontro Brasileiro de Naturismo que em nada reflete o que o Naturismo representa. Na realidade isso nem mesmo é uma reportagem, é um programa de humor sem graça alguma. Não mostra a cultura, os conceitos e a vivência naturista, simplesmente uma continuidade do que a sociedade pensa em relação à nudez. Mais assustadora do que qualquer filme de terror ou mesmo a violência com que o ser humano tem feito com seus animais, isso sem falar dos conflitos armados causados pela ganância ou crenças.

A foto ao lado nada representa diante da nudez, diariamente é mostrada na mídia a agressividade humana contra os animais, mas a nudez, inerente a todos, tem que ser sexualizada, como um grande segredo a ser descoberto ou um grande mal que deve ser coberto. É muita hipocrisia que não me permito ser enganado, não me permito ser esmagado por um falso moralismo.

"A grandeza de uma nação se mede na forma como seus animais são tratados" (Ghandi).

Os jornalistas são responsáveis por passar uma imagem que não condiz com a mensagem que o Naturismo transmite, mas também cabe aos próprios naturistas possuir argumentos e conhecimentos que possam se orgulhar das suas convicções, e não existe contestação quando os ideais estão pautados na própria natureza porque o ser humano é igual em qualquer lugar desse planeta

"As pessoas integradas se tornam indivíduos e a sociedade não quer que você seja um indivíduo. Em lugar da individualidade, a sociedade o ensina a ter uma personalidade. Esta palavra precisa ser entendida: sua raiz vem de persona, que significa máscara. A sociedade lhe dá uma falsa ideia de quem você é; lhe dá apenas um brinquedo ao qual você se agarra durante toda a sua vida." (Osho)

É assim que as gerações futuras vão sendo enganadas e contaminadas por repórteres mal intencionados. Antes de fazer uma entrevista com um naturista devem voltar para o banco das faculdades e aprender que Jornalismo de forma idêntica ao Naturismo é RESPEITO.

Evandro Telles

14/07/12

www.evandrotelles@ blogspot. com

Voltar